Criatividade

De uma forma simples, traduz a capacidade de criar e inventar! É a qualidade de quem tem ideias originais! Esta premissa está associada de forma intrínseca á escolha da nossa identidade, “Casa das Ideias”.

A criatividade traduz-se na faculdade de criar, ou o potencial criativo de quem procura métodos ou objetos para executar tarefas de uma forma nova, diferente do habitual, com a intenção de satisfazer um objetivo ou um propósito. A criatividade permite atingir os desejos de uma forma mais rápida, fácil, eficiente e económica!

Design

Esta disciplina visa a criação de objetos, ambientes, obras gráficas, entre outros, simultaneamente funcionais, estéticos e em conformidade com as normas de produção industrial.

O design industrial está na base de produção em série de objetos de uso comum, aliando a forma à função. O design de comunicação é a sustentação da divulgação de mensagens publicitárias ou informativas, nos mais diversos suportes, quer sejam cartazes, publicações, logotipos, sinalética, projetos multimédia e audiovisuais.

Produção Gráfica

A produção gráfica é um conjunto de etapas que engloba materiais, serviços, custos e prazos de entrega, para que o resultado final do trabalho seja o pretendido. Podem ser projetos mais simples, como um “flyer” em papel ou elaborados, como um “packaging” mais complexo, com diferentes materiais e técnicas de acabamento. Os criativos e designers que desenvolvem os serviços de impressão, devem conhecer bem os processos de pré-impressão, impressão e pós-impressão. É também fundamental dominarem as diferentes técnicas de impressão: digital, pequeno e grande formato, offset, flexografia, rotogravura, serigrafia, termografia, entre outras, caso contrário, poderão propor um trabalho que não possa ser concretizado, quer pelo valor orçamentado, quer pelo prazo de entrega não ser exequível ou por qualquer outro fator.

Dominando bem estes temas, todo o processo é facilitado: a orçamentação é mais rápida, a execução de uma proposta criativa ou maquete é mais objectiva, e a conclusão e entrega de um trabalho é mais eficiente, contribuindo assim para a satisfação do cliente e dos restantes intervenientes, designers, criativos e produtores.

O produtor gráfico é o profissional que analisa o projeto e percebe a melhor forma de produzi-lo. É ele quem deverá instruir os criativos e designers nesta complexa tarefa, criando condições que facilitem a produção gráfica das peças. É nesta fase em que se avaliam a competência, custos e cumprimento dos prazos de fornecedores e terceiros, na contratação de serviços e materiais necessários. É primordial a preparação das artes finais, quer sejam manuais ou digitais, pois são determinantes em todo o processo de operações envolvidas na produção de qualquer projeto gráfico.

O domínio das técnicas gráficas otimiza os resultados, possibilitando uma boa relação custo/ benefício.

Implementação

O marketing e a comunicação no ponto de venda são cada vez mais importantes para o aumento das vendas, pois é aqui que muitas vezes o consumidor toma as suas decisões.

As marcas têm vindo a reforçar a sua presença no ponto de venda, investindo cada vez mais no desenvolvimento de comunicação, materiais e campanhas de publicidade.

Os eventos e ativações de marca são, hoje, ferramentas essenciais a qualquer negócio e organização que procure o sucesso empresarial. É necessário apostar no ponto de venda e saber passar uma boa imagem ao cliente, comunicar de uma forma eficaz e corresponder às suas exigências.

Assim, a animação do ponto de venda, as ações promocionais, a produção de materiais de merchandising e de visibilidade, ajudam as marcas a conquistar cada vez mais clientes. Neste sentido, além das competências conceptuais e de produção, é necessário dar resposta especializada em todas as ações no ponto de venda, de norte a sul do país, incluindo Madeira e Açores.

Formámos equipas próprias e especializadas, prontas a executar montagens e implementar os mais diversos materiais e projetos: stands e exposições; expositores e peças de comunicação; decoração de montras; decoração de espaços comerciais e lojas; ambientes interiores e exteriores; sinalética; outdoors; telas de grandes dimensões em edifícios; reclamos luminosos; bandeiras; decorações de viaturas e transportes públicos; entre outros.